Papel e celulose: uma indústria que não para de crescer

Papel e celulose: uma indústria que não para de crescer

Pouca gente sabe, mas o Brasil é um dos países que mais exportam papel e celulose em todo o mundo. Isso mostra que existe um cenário otimista para esse setor. Só entre os meses de janeiro e agosto de 2018 foram produzidos quase 21 mil toneladas, com mais de 11 mil toneladas destinadas à exportação.

A indústria de celulose apresenta características importantes e que a diferem de outros mercados. As indústrias e papel e celulose possuem um elevado nível de desenvolvimento tecnológico, contando com instalações industriais que trazem uma grande capacidade de produção, além de uma ampla base de recursos florestais plantados. 

Fonte:  Ibiá, Bradesco

Aqui no Brasil ela ganha ainda mais força, principalmente quando falamos de mercado externo, devido ao preço competitivo, em relação aos outros países. Isso é possível graças ao menor custo de produção encontrado aqui, favorecido pelo nosso clima e também pelas características da nossa produção, como a utilização de biotecnologia e de engenharia genética que colaboram para a produtividade, principalmente na etapa florestal, que é maior em comparação com os outros países.

Diante desse cenário, a melhoria da disponibilidade de equipamentos passa ter caráter cada vez mais estratégico e ganha importância o profissional de manutenção. A disponibilidade de equipamentos é diretamente influenciada pelos indicadores de MTBF e MTTR. As tecnologias utilizadas para solução contra desgastes.estão cada vez mais desenvolvidas e existem alternativas que podem proporcionar aumento de desempenho que superam os 500% (como por exemplo a aplicação de revestimentos de carboneto de tungstênio em válvulas) em relação à situações convencionais. Mas pra conseguir esses resultados, é necessário que se tenha um conhecimento a respeito de mecanismos de desgastes. 

 

Leia também: Você sabe classificar um Mecanismo de Desgaste?

 

Os estudos mostram que aumentar a vida útil de peça em 1% resulta em aumento de lucratividade de 7%. O cenário econômico para a indústria de papel e celulose é otimista e promissor e melhorar o indicador de OEE pode melhorar ainda mais o desempenho operacional e financeiro dessas empresa.

Quer saber mais sobre como melhorar os resultados da indústria no setor do papel e celulose?

Acesse: Soluções contra desgastes na indústria do Papel e Celulose