O papel do profissional de manutenção no custo de produção

Profissional de Manutenção

O profissional de manutenção tem papel cada vez mais importante e estratégico no resultado financeiro de empresas de diversos segmentos da indústria. O custo de produção é um dos principais fatores de competitividade para indústrias de diversos segmentos da indústria, como mineração, siderurgia, energia, agronegócio. As empresas investem uma grande soma de dinheiro em atualização tecnológica e capacitação de operadores. Contratam um grande gestor para organização do sistema produtivo. Implantam setores com profissionais especializados na compra de materiais com o menor custo possível. A pressão por redução do custo de produção é diária a partir da diretoria que busca uma maior lucratividade pro seu negócio e para os profissionais da área comercial que competem no mercado pelos melhores clientes e pedidos.

 

- Leia Também - Custo de Produção

 

Mas o que o profissional de manutenção tem a ver com tudo isso? Na minha humilde opinião, tem absolutamente tudo. Tenho visitado diversas empresas dos mais variados segmentos da indústria e me parece que muitos ainda não tem a ideia do tamanho da sua importância para a sustentabilidade do negócio. Em todas empresas que visito escuto com frequência o termo "custo benefício", mas em muitos casos essa premissa é bem pouco utilizada. Mas qual a possível causa desse descuido?

Fica cada dia mais claro pra mim a mudança do perfil do profissional de manutenção e dos desafios impostos a eles em função disso. Foi-se o tempo em que eles eram simplesmente um seguidor de um check list de substituição de peças. As empresas hoje buscam muito mais do que isso. A engenharia de manutenção tem papel estratégico para a competitividade das empresas. O profissional de manutenção, além de manter a planta disponível com confiabilidade, tem papel relevante pra melhorar o desempenho dos equipamentos e um dos impactos é justamente a redução do custo de produção.

Claro que inúmeros fatores podem fazer esse resultado ser obtido, mas eu considero dois tipos de conhecimentos bastante importantes pro profissional de manutenção conseguir resultados expressivos, de disponibilidade de equipamentos com menor custo de produção:

1 - Conhecimento sobre tribologia: é muito mais comum do que parece, mas já vi muita empresa gastar enormes quantias de tempo e dinheiro com materiais mal especificados. A tribologia é a ciência que estuda a interação entre superfícies e esse conhecimento proporciona que o profissional consiga identificar claramente as causas de um desgaste de peças pra poder realizar escolhas assertivas que vão garantir maior disponibilidade da planta com custos razoáveis.

2 - Conhecimento de materiais e tratamentos de superfícies: Não estamos falando aqui de ter um conhecimento a nível de um engenheiro de materiais, mas de saber como alguns componentes reagem a determinados meios. Ou, por outro lado, como selecionar um tratamento térmico adequado, por exemplo, pode garantir aumentos de durabilidade muito expressivos. A aplicação de revestimento de carboneto de tungstênio em uma peça de hidrelétrica (veja aqui o Estudo de Caso) pode gerar um aumento de mais de 500% no indicador de MTBF do componente.

Talvez você não saiba por onde começar, mas há algum tempo atrás eu preparei um material sobre tribologia e resolvi disponibilizar aqui pra todo mundo. É só acessar o link ao lado pra baixar o material em pdf: Tribologia - O que é?