Os principais impactos da Aspersão Térmica para a Gestão da Manutenção

Aspersão Térmica na Gestão da Manutenção

A gestão da manutenção exerce papel de importância cada vez maior no resultado financeiro das empresas. Ela vem tendo sua função alterada. Antes a gestão da manutenção tinha uma conotação de reparos, recuperação. Atualmente é cada vez mais clara a sua função de melhoria da condição de operação de operação dos equipamentos. Poderíamos até chamar a gestão de manutenção de gestão da produtividade. Pode-se dizer que os principais objetivos da gestão da manutenção é melhorar o indicador de OEE da organização, com o menor custo relativo possível.

Conseguir esse resultado passa necessariamente pela redução dos desgastes de peças e para que esse resultado seja conquistado é importante que o profissional de manutenção tenha conhecimentos bastante profundos sobre materiais e tribologia. A Aspersão Térmica é uma tecnologia amplamente utilizada nos ambientes de manutenção de empresas dos mais variados segmentos. A aspersão térmica é um processo de aplicação de ligas metálicas através da projeção de partículas de material fundido através de uma chama. 

A cultura da utilização da Aspersão Térmica é a recuperação dimensional de peças desgastadas. Há décadas os profissionais vêm conseguindo resultados expressivos a partir desse foco de ação reduzindo expressivamente o indicador de MTTR de componentes. É possível realizar reparos de peças complexas num período bastante curto. Mas a Aspersão Térmica pode proporcionar outros ganhos por que pode ser utilizada de maneira preventiva. A escolha asservia de materiais pode conseguir aumentar MTBF de peças com confiabilidade em mais de 1000%. Exemplo, a aplicação de carboneto de tungstênio em um rotor de bomba aumentou a durabilidade de um mês para doze meses quando comparado com a mesma peça revestida com cromo duro.

É possível elencar 3 importantes impactos positivos da utilização da Aspersão Térmica na manutenção:

1 - Aumento do MTBF: Existe uma variedade muito grande de ligas disponíveis para aplicação pelo processo de aspersão térmica. Isso permite o profissional aplicar a liga mais apropriada para cada tipo de ambiente. É bem comum obter-se incrementos de MTBF superiores a 500%

 

Leia também: Indicador de MTBF - 5 passos pra melhorar o seu desempenho

 

2 - Redução do número de paradas: É consequência direta do aumento da durabilidade das peças. Melhora e muito os resultados da manutenção corretiva e preventiva.

3 - Redução do custo de manutenção: Materiais bem selecionados proporcionam grandes reduções de custo. Exemplo disso é a aplicação de revestimento de carboneto de cromo em hastes de válvulas de turbina. Esse material proporcionou redução da formação de óxidos na superfície da peça, que teve sua vida incrementada em mais de 300% com custo muito inforerior ao de recuperação por soldagem.

Pra conhecer mais sobre quais ligas devem ser aplicadas nós preparamos um material pra ajudar você a selelcionar o melhor revestimento para cada situação. É só acessar esse link pra baixar.