Mecanismos de desgaste: aprenda a identificar

mecanismos de desgaste - corrosão

Os mecanismos de desgastes são os principais causadores de problemas na produção industrial. Isso porque, quando não identificados e corrigidos, eles podem causar atrasos de produção, paradas de máquinas, baixa disponibilidade do equipamento, além de custos elevados de manutenção.

Entre os principais mecanismos de desgaste estão o desgaste por erosão, o desgaste por abrasão e o desgaste por corrosão. O desgaste por erosão é caracterizado pela remoção de material pelo impacto na superfície de partículas sólidas presentes em um determinado fluído. Esse tipo de desgaste é encontrado em peças de máquinas tais como pás de ventiladores e exaustores industriais, pás de turbinas de hidrelétricas, distribuidores de adubos, tubulações, entre outros.

O desgaste por abrasão é amplamente encontrado na indústria que conta com equipamentos munidos com peças que realizam movimentos rotativos. Esse tipo de desgaste acontece quando há uma remoção de material da superfície devido à partículas duras que estão entre as superfícies que estão em movimentos relativo. É muito encontrado em mancais de deslizamento, por exemplo.

Já o desgaste por corrosão acontece através da transformação pela interação química ou eletroquímica de uma superfície em determinados ambientes. Essa transformação acarreta na degradação do material. O desgaste por corrosão ocorre em todo tipo de indústria e é responsável por grande parte dos custos de manutenção das empresas.

Quer entender melhor como acontece cada tipo de desgaste? Faça o download do nosso infográfico: Identificando os principais mecanismos de desgaste