Estudo de Caso - Aumento do MTBF de Chapas de Desgaste de Laminação

Aumento do MTBF de Chapas de Desgaste de Laminação

Chapas de desgaste são encontradas principalmente na indústria pesada como elementos de sacrifício e como o próprio nome sugere, devem resistir a condições extremas de desgaste, seja por abrasão, corrosão ou a combinação de ambos.
A severidade do processo aos quais são submetidas faz com que as chapas de desgaste apresentem vida útil muito curta. No processo produtivo isto impacta da seguinte forma:

1- Piora na qualidade do produto acabado;
2- Parada para manutenção;
3- Redução da disponibilidade;
4- Aumento de custos de manutençao;

Algumas soluções encontradas no mercado consistem na fabricação dessas chapas de desgaste com materiais mais resistentes e de elevada dureza. Porém, por vezes esses materiais além de possuirem um custo elevado não conseguem manter as suas propriedades quando expostos à temperaturas elevadas.

Aqui na Rijeza desenvolvemos um revestimento que possibilitou um incremento de 1000% no indicador de MTBF de chapas de desgaste para siderurgia com grande redução de custos por peça. O RW1000 possui dureza na ordem de 50-55 HRC e consegue manter suas propriedades até 1000ºC.

Baixe aqui o PDF com todos os dados do Estudo de Caso destas chapas de desgaste